Sala Crítica
Críticas Destaque Séries

The Outsider – 1ª temporada | Crítica

The Outsider – 1ª temporada | Crítica

The Outsider – 1ª Temporada

Ano: 2020

Criação: Richard Price

Elenco: Ben MendelsohnCynthia ErivoMarc MenchacaJulianne NicholsonYul VazquezPaddy ConsidineBill CampJeremy BobbMare WinninghamJason Bateman

Os últimos anos foram bastante frutíferos para o audiovisual quando o assunto é adaptar obras de Stephen King. Os dois filmes de It: A Coisa renderam quase US$ 1,2 bilhão nas bilheterias; Cemitério Maldito ganhou um remake; 1922 e Jogo Perigoso viraram filmes originais da Netflix, que se tornaram sucessos dentro da plataforma. A adaptação mais recente de um livro de King veio em formato de minissérie (pelo menos, é o que parece ser). Estamos falando de The Outsider, produção da HBO que contou com roteiro de ninguém menos que Richard Price (conhecido por The Wire e The Night Of).

The Outsider começa como uma série policial nos moldes de True Detective. Em uma cidade pequena, no interior dos Estados Unidos, acontece o brutal assassinato de uma criança, e o principal suspeito é Terry Maitland (Jason Bateman), um pai de família bem conhecido no lugar. As provas são incontestáveis: Maitland posa para câmeras logo após o horário em que ocorreu o crime, é visto por testemunhas e a van que supostamente dirigia aparece abandonada com suas impressões digitais. Mas também há contraprovas: no mesmo dia e horário, Maitland estava em uma conferência a centenas de quilômetros, onde foi visto fazendo perguntas para os palestrantes. Como alguém pode estar em dois lugares distantes e ao mesmo tempo? Conhecendo o histórico de Stephen King, é altamente provável que há algum elemento sobrenatural envolvido.

Apesar de The Outsider começar com o assassinato dessa criança, a série não é sobre isso. Ben Mendelsohn e Cynthia Erivo protagonizam o show como aqueles que estão atrás de respostas. Ele é Ralph Anderson, um detetive de luto pela morte de seu filho na adolescência, e ela é Holly Gibner, uma investigadora particular com habilidades que caberiam perfeitamente no espectro do autismo. Ambos os personagens são dignos de empatia, cada um com suas manias e, embora sejam diferentes entre si, são complementares, formando uma dupla de investigadores digna das melhores séries policiais.

Mas The Outsider não conta uma história policial. Ela é sobre como as pessoas reagem a monstruosidades. Claro que, para fazer chegar a um público mais amplo, o livro de King optou por acrescentar uma camada de fantasia. O El Cuco, monstro da série que se alimenta de luto e de pessoas, procura pessoas vulneráveis para usar e depois culpá-las de crimes hediondos, mas existem três categorias de vítimas da criatura: os ‘culpados’, de quem o El Cuco toma forma; os servos, que são, basicamente, escravos da criatura; e os mortos, que normalmente são crianças que se tornam comida do ser. De maneira indireta, as famílias dos envolvidos eventualmente se tornam vítimas, já que luto também é uma das formas de sobrevivência da criatura.

A série de Richard Price trabalha muito bem todos os seus personagens, por mais secundários que sejam. O roteiro dá espaço para todos, mas começa a se tornar perceptível uma certa enrolação para que o tempo dos 10 episódios que compõem a série sejam preenchidos. Existe uma morosidade que, se o espectador não for paciente, é capaz de fazê-lo se esquecer da trama geral. Mas nada que prejudique totalmente o conjunto da obra, já que os diálogos escritos por Price são reveladores.

The Outsider é um ‘terror policial’, e há uma mensagem no seu subtexto sobre o que é, de fato, concreto. Como o El Cuco (cuja lenda inspirou a Cuca em terras brasileiras) é um monstro que toma a forma de outras pessoas, é difícil confiar em alguém. O próprio Ralph (Mendelsohn), o detetive responsável pelo caso, é cético e reluta bastante antes de começar a perceber que todo aquele absurdo pode ser real – parafraseando Arquivo X, ele é o equivalente a Scully e Holly (Erivo) é Mulder. Ao final de The Outsider, a mensagem que fica é a de que nada é concreto e tudo está propenso a mudar drasticamente de uma hora pra outra como um soco no estômago. E, se uma segunda temporada estiver nos planos da HBO, a porrada pode ser ainda mais forte…

Nota:


Quer ficar por dentro de todas as novidades sobre filmes e séries? Siga a gente no Instagram!

The following two tabs change content below.

João Vitor Hudson

João Vitor Hudson é um publicitário aos 22 anos. Ama cinema desde quando desejava as férias escolares só pra assistir todos os filmes do Cinema em Casa e da Sessão da Tarde. Ama o MCU, e confia bastante no futuro da DC nos cinemas.

Latest posts by João Vitor Hudson (see all)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close