Sala Crítica
Destaque Filmes Notícias

Quarteto Fantástico | Por ter escalado Michael B. Jordan, diretor dormia com arma

Quarteto Fantástico | Por ter escalado Michael B. Jordan, diretor dormia com arma

Quem não se lembra do Quarteto Fantástico de 2015? O filme que estava nos planos de reiniciar a franquia para Fox foi um fracasso comercial e de crítica, mas esse não era o único problema da produção. Quem acompanhou as notícias da época lembra o quanto foi difícil para a equipe que trabalhou no filme ter que lidar com as frequentes discussões entre membros do elenco e o diretor Josh Trank.

Em uma entrevista recente ao site Polygon, Trank relembrou de uma questão controversa, que foi a escalação de Michael B. Jordan no papel de Johnny Storm/Tocha Humana. Parte dos fãs reagiu de maneira muito negativa a contratação do ator, que já havia trabalhado anteriormente com o diretor no filme Poder Sem Limites. Trank recebeu diversas ameaças de morte, e contou que chegou ao ponto de dormir com uma arma.

“Para o mundo que cresci, uma Los Angeles racialmente intensa, onde estávamos acostumados a ver super-heróis brancos, alguns dos meus amigos que eram negros deveriam ter visto um super-herói negro […]. Então senti que, enquanto estava em uma posição de poder, eu poderia mudar um pouco o sistema”, contou Trank sobre a escalação de Jordan. Depois do anúncio do elenco, o cineasta notou que havia um grupo que protestava contra a escalação de Jordan para interpretar um personagem branco nos quadrinhos.

“Eu estava recebendo ameaças em fóruns do IMDb que diziam que iriam atirar em mim”, explicou o diretor, que contou que mantinha carregado um .38 Special em sua mesa de cabeceira como um modo de se defender. “Eu fiquei paranoico pra ca****o durante aquelas filmagens. Se uma pessoa entrasse em minha casa, eu teria acabado com a vida dela. Quando você está em um espaço onde as pessoas querem te pegar, você pensa ‘eu vou me defender'”.

Josh Trank acabou devolvendo a arma após o fim das gravações de Quarteto Fantástico, mas essa declaração do cineasta só reafirma como as coisas ficaram tensas naquela época.

O próximo filme do diretor é Capone, estrelado por Tom Hardy na pele do gângster traficante de bebidas dos EUA, um projeto descrito pelo próprio Trank que foi muito mais leve de se produzir.


Quer ficar por dentro de todas as novidades sobre filmes e séries? Siga a gente no Instagram!

The following two tabs change content below.

João Vitor Hudson

João Vitor Hudson é um publicitário aos 22 anos. Ama cinema desde quando desejava as férias escolares só pra assistir todos os filmes do Cinema em Casa e da Sessão da Tarde. Ama o MCU, e confia bastante no futuro da DC nos cinemas.

Latest posts by João Vitor Hudson (see all)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *