Sala Crítica
Destaque Filmes Notícias

Fãs descobrem que pseudônimo de J.K. Rowling tem o mesmo nome que psiquiatra pioneiro na cura gay

Fãs descobrem que pseudônimo de J.K. Rowling tem o mesmo nome que psiquiatra pioneiro na cura gay

Em meio às polêmicas da autora J.K. Rowling, que vem sido criticada depois de publicar comentários transfóbicos em seu perfil no Twitter, fãs descobriram que o pseudônimo dela, Robert Galbraith, é o mesmo nome de um psiquiatra pioneiro na cura gay (via Popeek).

Rowling escreveu quatro livros sob o pseudônimo com o quinto para ser lançado em setembro de 2020, a série do investigador Cormoran Strike. Robert Galbraith Heath é um psiquiatra nascido em 1915 que desenvolveu uma terapia de conversão gay e afirmava ter conseguido converter um homem homossexual com sucesso em 1953.

O que é pior, J.K. Rowling escrevendo livros que vilanizam mulheres trans com estereótipos explícitos e histórias delas sendo ameaçadas com estupro na prisão ou que o pseudônimo dela é Robert Galbraith – coincidentemente o nome de um psiquiatra que começou a terapia de conversão gay

A terapia de Heath consistia em implantes com eletrodos na região séptica do cérebro (área associada com sentimentos e prazer) e em outras partes do cérebro, os eletrodos eram estimulados quando ele consumia pornografia heterossexual. O paciente depois foi encorajado a ter sexo com uma prostituta e depois disse foi declarado como convertido com sucesso para a heterossexualidade. A pesquisa hoje é considerada não ética.


Quer ficar por dentro de todas as novidades sobre filmes e séries? Siga a gente no Instagram!

The following two tabs change content below.
Estudante de jornalismo, tem 21 anos e é assistidor de séries semi profissional. Viciado em cinema desde sempre, nunca trabalhou na área e pretende mudar isso algum dia. Fã do Studio Ghibli, slashers e musicais, adora cinema sul-coreano e nas suas formas de vingança.

Comments

  1. Paulo José Olivera Amaro - 10 de junho de 2020 at 04:05 - Responder

    Olá, muito bom o artigo. Acredito que haja um pequeno erro de tradução. O trecho “books which villanise trans women with graphic stereotypes” seria melhor traduzido para “livros que vilanizam mulheres trans com estereótipos explícitos”. A palavra “villanise” aqui é um verbo, e a palavra “graphic” é usada para indicar uma imagem forte, explicita, violenta (como melhor explicado em “en. wikipedia. org/wiki/Graphic_violence”). Essa foi a minha interpretação.
    Sobre a matéria em si, é algo tão chocante que faz pensar o quê mais na obra da J.K.R faz referência a conceitos horríveis que fazem tentamos combater. A lista destes só cresce… Parabéns por abordar o assunto, Diego!

  2. […] Fãs descobrem que pseudônimo de J.K. Rowling tem o mesmo nome que psiquiatra pioneiro na cura gay […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *