Sala Crítica
Artigos Destaque Filmes TV e streaming

Por que o HBO Max está fracassando e o que (os fãs de) Zack Snyder tem a ver com isso?

Por que o HBO Max está fracassando e o que (os fãs de) Zack Snyder tem a ver com isso?

A cada três meses, os grandes serviços de streaming divulgam relatórios na intenção de fazer uma autopropaganda e ainda angariar alguns investimentos. Na última semana, a AT&T mostrou os resultados do HBO Max no 1º trimestre de 2021 e, bem, o relatório oficial pode ter dito que o pessoal de Wall Street ficou empolgado, mas não é bem isso o que os números mostram.

Segundo a AT&T, o serviço de streaming obteve um acréscimo de 2,7 milhões de assinantes, para um total de 44,2 milhões se incluir também aqueles que já assinavam HBO. Para um trimestre, isso é muito pouco, especialmente quando se leva em conta o conteúdo premium que foi lançado nesses três primeiros meses de 2021.

O HBO Max começou o ano na esteira de Mulher-Maravilha 1984, o filme de US$ 200 milhões que foi lançado em 25 de dezembro nos cinemas e no serviço de streaming, e seguiu até 24 de janeiro no catálogo. Esse foi apenas o primeiro teste da polêmica janela de lançamento da Warner Bros., que surpreendentemente é o grande estúdio que está mantendo os cinemas vivos nos EUA. Mas o conteúdo exclusivíssimo e aguardado do HBO Max estava por vir em março; se trata de Liga da Justiça de Zack Snyder, o famoso “Snyder Cut”.

Mulher-Maravilha 1984 chega aos cinemas em junho

A WarnerMedia foi levada pelo imenso barulho que os fãs de Zack Snyder a dar uma segunda chance para o diretor, e deu US$ 70 milhões em suas mãos para que ele finalizasse um filme que já estava praticamente pronto. Adicione os US$ 300 milhões do corte lançado em 2017, e temos um filme de US$ 370 milhões com 4 horas de duração. Obviamente que esse é um número um tanto simplista, mas é sempre bom brincar com o fato de que estamos falando de um longa lançado em um serviço de streaming.

Um aumento de 2,7 milhões de assinantes significa uma receita extra de US$ 40,4 milhões por mês ao HBO Max, e, honestamente, esse número é pífio. Deve-se também levar em conta o fato de que menos de 40% dos lares estadunidenses cuja TV possui o serviço de streaming chegou a terminar o Snyder Cut na sua primeira semana (confira aqui).

O que pode ter provocado esse resultado? Provavelmente o fato de que a maioria das pessoas que assistiram ao corte dos cinemas não gostaram do que viram e não deram a mínima para a versão de Snyder; talvez nem soubessem da existência de um outro corte. O barulho provocado pelo fã-clube do cineasta não significa necessariamente que isso vai gerar receita o suficiente para o estúdio. E um filme ruim (que para ser justo é melhor que o de Joss Whedon) também não significa que os assinantes vão continuar pagando todo mês pelo serviço de streaming.

Trailer do Snyder Cut de Liga da Justiça é removido do YouTube

Existe uma grande diferença entre investir US$ 70 milhões para terminar um filme que já está pronto e entre investir US$ 250 milhões em uma sequência só porque uma pequena parcela do público gostou. Se esses fãs esperam um Liga da Justiça 2 com direção de Zack Snyder nos cinemas, eis uma péssima notícia: nunca vai acontecer pois não há bons motivos financeiros para isso.

Felizmente, a WarnerMedia lançou Godzilla vs. Kong em 31 de março, bem no fim do trimestre. É um filme que está indo muito bem tanto nos cinemas (US$ 400 milhões em bilheteria e contando) como no HBO Max (maior estreia do serviço de streaming até hoje). Se o público vai continuar assinando o serviço, só saberemos em julho quando for divulgado o relatório do 2º trimestre, mas ainda falta muito chão para o HBO Max bater de frente com uma Netflix ou Disney+ da vida.

PS: Estou ansioso para o lançamento em junho no Brasil!


Quer ficar por dentro de todas as novidades sobre filmes e séries? Siga a gente no Instagram!

The following two tabs change content below.

João Vitor Hudson

João Vitor Hudson é um publicitário aos 22 anos. Ama cinema desde quando desejava as férias escolares só pra assistir todos os filmes do Cinema em Casa e da Sessão da Tarde. Ama o MCU, e confia bastante no futuro da DC nos cinemas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *